Bagan: 3.000 mil templos em uma cidade só

Bagan (antes chamada de Pagan) é hoje o principal destino turístico de Myanmar (país também conhecido como Birmânia). A cidade já foi capital de vários antigos reinos e atualmente há, aproximadamente, 3.000 templos e pagodas espalhas em seu sítio arqueológico. Definitivamente, esta foi uma das melhores viagens que fiz na vida e você vai entender o porquê.

Templos e mais templos na área antiga da cidade

A cidade hoje está dividida em três zonas: Old Bagan, que ao pé da letra é a cidade antiga, que fica mais próximo ao sítio arqueológico de Bagan e foi onde nós nos hospedamos; New Bagan é a área nova com grandes resortes e Nyaung U que é a área onde está localizado o aeroporto e um pouco mais afastada.

Como chegar a Bagan?

Saindo de Mandalay, há três opções de transporte até a cidade de Bagan: barco, ônibus ou avião. Os barcos são simples, descem pelo rio Ayeyarwady e levam aproximadamente 9 horas (o motivo de eu não ter considerado este meio de transporte como opção), custa em média USD 40 por trecho. A ida de ônibus (apesar da distância física entre as duas cidades ser de aproximadamente 200 km) demora quase 5 horas, devido à parte da estrada ser de terra. Em compensação, o valor é absurdamente mais baixo que o bilhete de avião, em média USD 10 por trecho. Nós escolhemos o avião mesmo, pois não queríamos perder tempo e o voo entre as duas cidades dura apenas 20 minutos. Os bilhetes custam em torno de USD 60 por trecho e pode ser comprado em algumas companhias local como: Asian Wings, Myanmar Airlines, KBZ Air, Yagon Airways e Golden.

Bilhete para visitar a Zona Arqueológica de Bagan

Ao chegar ao aeroporto de Nyaung U, você precisará comprar o bilhete para visitar a Zona Arqueológica de Bagan, ou seja, se você pretende visitar qualquer templo da cidade (e foi pra isto que você foi até lá), deverá estar portando o bilhete. Ele custa 25.000 Kyats por pessoa e vale por 5 dias corridos. O taxi do aeroporto até o nosso hotel (localizado na região de Old Bagan) custou 7.000 Kyats.

Como se locomover por Bagan?

Existem algumas opções para o turista se locomover entre os templos. Ônibus fretado com agência de turismo local (que definitivamente não é a minha praia), fechar um dia de passeio com um taxista, alugar uma bicicleta comum (apesar de eu achar que esta opção pode ser muito cansativa, pois as estradas no sítio arqueológico são de terra) e alugar uma bicicleta elétrica (similar à uma moto pequena) e foi esta a nossa escolha.

O valor do aluguel da bicicleta elétrica era de 7.000 Kyats para uma pessoa e 9.000 Kyats para duas (eu fui na garupa, porque tenho medo de moto! não importa se é elétrica). Foi a melhor coisa que fizemos, pois passávamos o dia inteiro visitando templos e ficávamos quanto tempo queríamos e onde queríamos. Fizemos isto durante os nossos 3 dias de estada em Bagan e recomendamos que faça o mesmo.

 

Quais templos visitar em Bagan?

Como você já percebeu, nunca será possível conhecer todos os templos em Bagan ficando hospedado lá apenas alguns dias, mas isto faz parte da viagem e o melhor é poder se perder pelas estradas da região arqueológica e ir descobrindo os templos.

Existem alguns templos maiores e famosos, e por conta disto, acabam se tornando uma visita obrigatória. Listarei alguns abaixo para que possa conhecê-los. Mas se algum dia for visitar a cidade, permita-se se perder por ela.

Htilominlo – Este templo tem 46 metros de altura e foi construído entre os anos de 1211-1231 no reinado do rei Htilominlo. Este templo é enorme e nele é possível ver um Buda virado para cada face do templo.

Acesso ao templo Htilominlo
Fachada do templo Htilominlo

Ananda Pagoda – É um dos templos mais famosos. As cores da sua fachada o diferenciam dos demais. Foi construído em 1105, durante o reinado do rei Kyanzittha. Neste templo também poderemos ver quatro budas, cada um voltada para uma das faces do templo.

Grande buda dourado no interior de Ananda

Templo de Thatbyinnyu – Um dos mais famosos templos de Bagan. Foi construído no século XII durante o reinado do Rei Alaungsithu. Ele fica localizado próximo à Pagoda Ananda.

Dhammayangyi – Este é o maior dos templos de Bagan e se assemelha ao Thatbyinnyu e ao Ananda em sua arquitetura.

Fachada do templo Dhammayangyi

Patharda Paya – É um dos templos concorridos para assistir ao pôr do sol. Nós preferimos o próximo 😉

Shwesandaw Pagoda – Mais um templo concorrido para assistir ao pôr do sol, devido sua altura e localização. Nós chegamos mais de 1 hora antes do sol se pôr e ficamos um ótimo e estratégico lugar. Recomendo que cheguem cedo, pois enche muuuuuuuito e as pessoas que chegaram muito próximo ao horário do sol se pôr, não conseguiram mais subir.

Suba em Shwesandaw Pagoda pelo menos 1h antes do previsto para o sol de pôr. O lugar fica lotado!

Shwezigon Pagoda – Diferentemente das outras pagodas, esta possui uma grande estupa dourada. Foi construída no reinado do rei Anawrahta. Está localizada na região de Nyaung U, próximo ao mercado da cidade, o Mani-Sithu Market.

Buphaya Pagoda – Esta pagoda fica localizada às margens do rio Ayeyarwady e é um ponto de referência aos marinheiros. Fica localizada no alto de terraços semicirculares e seu destaque é a pedra dourada.

E centenas outras pequenas pagodas…

O que fazer em Bagan, além de visitar os templos?

Mani-Sithu Market – é um grande mercado popular onde se encontra de tudo, inclusive os Budas esculpidos em madeira que os turistas tanto gostam. Os preços são melhores, mas lembre-se de barganhar sempre.

Golden Palace – Palácio que foi reconstruído e hoje é uma das atrações turísticas em Bagan. Muito provavelmente não é uma reprodução fiel do original, mas mesmo assim vale muito a visita. Pagamos 5.000 Kyats pelo ingresso e fica aberto das 9h até 18h. À noite acontece um show de luz e som no fundo do palácio e paga-se um ingresso diferenciado para assistir a este espetáculo.

Voo de balão – Esta foi a experiência de uma vida! Uma das coisas mais marcantes que fiz até hoje. Saiba como foi esta experiência clicando aqui!

Qual a melhor época para visitar Bagan?

Apenas evite o período entre fevereiro e março, pois o calor pode ultrapassar os 40°. Em todos os outros meses do ano, a média de temperatura fica em torno dos 30° e sol na maior parte do ano. Chove muito pouco, mesmo na época das monções.

VEJA O MAPA ABAIXO COM TODOS OS LOCAIS QUE FORAM CITADAS NESTE POST.

Os pequenos monges de Bagan

************************************************************************************************************

Utilizando os links das empresas parceiras do Passaporte Rodado para fazer suas reservas, ganhamos uma pequena comissão. Você não pagará nenhuma taxa extra por isto e, assim, nos ajudará a monetizarmos nosso trabalho.

Reserva de hotel | Aluguel de Carros | Seguro de Viagem | Aluguel de Moto | Aluguel de Apartamento e Casa | Reserva de Hostel | Passagem de Trem pela Europa

Ainda tem dúvidas sobre o que fazer na cidade ou gostaria de compartilhar suas experiências por lá? Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *