Como visitar a Estátua da Liberdade

Eu acredito que a primeira imagem que vem à cabeça de qualquer pessoa ao pensar na cidade de Nova York é daquela estátua sobre as águas sustentando uma tocha na mão direita. A Estátua da Liberdade é um dos símbolos mais famosos do mundo.

Quase todo mundo que visita Nova York programa algum tempo na viagem para conhecê-la. Existem algumas maneiras e uma delas é gratuita.

Se você pretende visitar a Liberty Island, que é aquela pequena ilha onde ela está localizada, então será preciso adquirir ingresso. Para isto existem duas maneiras: através da compra no site ou na bilheteria do Battery Park.

Existem diversas modalidades de tickets, podendo ser apenas a visita até a Liberty Island e a Ellis Island ou até incluindo a subida até a coroa para ter uma vista panorâmica da ilha de Manhattan. Recomendo a compra pelo site da Statue Cruises caso seu desejo seja subir até a coroa, pois acabam com alguns meses de antecedência. Neste caso: programe-se! Já para visitar apenas a ilha e ver a estátua de baixo, costuma ser fácil a compra na bilheteria física no mesmo dia da visita pela manhã.

Um pequeno detalhe: a bilheteria no Battery Park fica localizada dentro do Castle Clinton National Monument.

 

Já de posse do seu ticket, dirija-se ao píer, onde será necessário passar por uma inspeção de raio-x, como acontece nos aeroportos. As balsas costumam sair a cada 20 minutos e tem como primeiro destino a Liberty Island.

O primeiro Ferry parte de Manhattan às 8h30 e o último, às 17h.

Dica de ouro: prefira visitar o monumento bem cedo, assim você evitará as multidões de turistas.

Na Liberty Island você terá, além da estátua da Liberdade, uma vista incrível da ilha de Manhattan e instalações básicas como banheiros e uma lojinha.

Dica de bronze: o áudio-guia está incluso no seu ticket, portanto não tenha medo de pedi-lo, nada a mais será cobrado.

Ao pegar a barca para deixar a Liberty Island, a próxima parada será na Ellis Island. Era aqui o portão de entrada para os imigrantes que chegavam aos Estados Unidos (e também onde muitos destes ficaram em quarentena) no final do século XIX até meados do século XX.

Além da recuperação das instalações originais da alfândega, também foi instalada o Museu do Imigrante contando a história destas pessoas e da ilha.

Não é obrigatório o desembarque na Ellis. Você pode continuar dentro da barca e seguir de volta para Manhattan, caso esteja com o tempo de visita curto.

Dica de prata: se você não faz questão de visitar a Estátua da Liberdade, mas gostaria apenas de fotografá-la, há uma barca GRATUITA da Ikea (aos finais de semana e durante a semana tem o custo de USD 5) que faz o percurso de Manhattan até a loja de departamento (que fica no Brooklin) e passa bem perto da estátua. Assim você poderá fotografá-la sem gastar um tostão, pois nem mesmo fazer compra na loja será exigido.

O ferry da Ikea parte do píer 11, perto da South Street Seaport, na Lower Manhattan, e o percurso dura aproximadamente 30 minutos.

************************************************************************************************************

Utilizando os links das empresas parceiras do Passaporte Rodado para fazer suas reservas, ganhamos uma pequena comissão. Você não pagará nenhuma taxa extra por isto e, assim, nos ajudará a monetizarmos nosso trabalho.

Reserva de hotel | Aluguel de Carros | Seguro de Viagem | Aluguel de Moto | Aluguel de Apartamento e Casa | Reserva de Hostel | Passagem de Trem pela Europa | Guias de Viagem

Ainda tem dúvidas sobre o NYC ou gostaria de compartilhar suas experiências? Deixe seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *